cirurgia-epi

NR-32, a norma da saúde.

Por que essa norma é tão importante?

Se existe um local onde há riscos a se evitar, este local é o ambiente hospitalar. Portanto encontramos diversos riscos no dia a dia, tais como perfurações e cortes. Sendo assim, a NR-32 é a responsável por regulamentar e padronizar o uso dos equipamentos corretos.

O que é a NR-32?


“32.1 – Do objetivo e campo de aplicação.
32.1.1 – Esta Norma Regulamentadora – NR tem por finalidade estabelecer as diretrizes básicas para a implementação de medidas de proteção à segurança e à saúde dos trabalhadores dos serviços de saúde, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral.
32.1.2 – Para fins de aplicação desta NR entende-se por serviços de saúde qualquer edificação destinada à prestação de assistência à saúde da população, e todas as ações de promoção, recuperação, assistência, pesquisa e ensino em saúde em qualquer nível de complexidade.”.

Fonte: http://trabalho.gov.br/images/Documentos/SST/NR/NR32.pdf

Como manter protegido o servidor da saúde?

A prevenção e controle de riscos, acidentes e doenças vem, primeiramente, da conscientização do emprego de EPI e também ao investir na segurança dentro do ambiente. Para esta finalidade que a NR-32 foi constituída, a fim de reger os critérios fundamentais para a implementação dos critérios de proteção à saúde e segurança dos colaboradores em serviços de saúde.

Resguardar o profissional da saúde por causa de precauções fará com que os riscos durante a execução de suas atividades reduza. A NR-32 determina as normas para que a administração controle os riscos a seguir:

  • Risco Biológico;
  • Riscos Químicos;
  • Radiações Ionizantes;
  • Resíduos;
  • Condições de Conforto por Ocasião das Refeições;
  • Lavanderias;
  • Limpeza e Conservação;
  • Manutenção de Máquinas e Equipamentos.

Medidas de Segurança

Todos os critérios de proteção precisam ser implementados através de avaliação prevista no PPRA, junto ao PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) e a NR-32, definindo assim o comportamento necessário para precaver a segurança do colaborador nesses locais.

Não podemos deixar de lado a obrigatoriedade, regida por lei, com efeito de os empregadores proporcionarem aos colaboradores a habilitação necessária para o exercício de suas funções, tais como, provisão de EPI adequado para cada função e o armazenamento em lugar com acesso fácil e com quantidade imprescindível para substituição imediata.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário logo abaixo e compartilhe com seus amigos.

Deixe uma resposta